13 outubro 2015

Enquanto Ceará-mirim não valoriza seus mestres... Macaíba recebe visita técnica de um Pesquisador internacional.

Na manhã desta terça-feira (29), uma comitiva de secretários da Prefeitura de Macaíba acompanhou a visita técnica do professor doutor Álvaro de Oliveira, da Universidade Aalto Helsinki (Finlândia), em Macaíba.

Os representantes da Prefeitura e o professor visitaram o Centro de Educação e Pesquisa Anita Garibaldi, a Escola Alfredo J. Monteverde, o Centro de Pesquisa do Instituto Internacional de Neurociências em Macaíba e o Campus do Cérebro.

Álvaro de Oliveira coordena a Rede Human Smart Cities e é presidente Emérito da Rede Europeia de Living Labs (EnoLL) e está no Rio Grande do Norte para realizar uma visita técnica com o objetivo de analisar as potencialidades de crescimento para futuros investimentos de Natal e da Região Metropolitana do município, com base no desenvolvimento em tecnologia. A comitiva também realizou visitas ao Solar Ferreiro Torto, onde puderam conhecer a história do município, e a Vila Olímpica de Macaíba. 

Na visita técnica estiveram presentes o secretário de Desenvolvimento Econômico de Macaíba, Auri Simplício; de Educação,  Márcia Portela e de Cultura e Turismo, Marcelo Augusto Bezerra.

A visita também contou com a presença dos representantes da Prefeitura do Natal, Irani Santos, diretora de Desenvolvimento Socioeconômico de Natal; Alexandre Medeiros, secretário adjunto de Projetos e Walter Pegado, secretário adjunto de Trânsito.


O futuro das ciências passa por Macaíba.

O Instituto Internacional de Neurociências realiza projetos em saúde, educação e pesquisa científica no município. Eles são o Centro de Educação e Pesquisa Anita Garibaldi, a Escola Alfredo J. Monteverde, o Centro de Pesquisa do Instituto Internacional de Neurociências em Macaíba e o Campus do Cérebro, que está em fase de conclusão das obras.

Dentre os estudos fomentados pelo Instituto estão o possível tratamento do Mal de Parkinson, trabalho realizado em 2014 na sede do Instituto em Macaíba. Os avanços na pesquisa científica do projeto Andar de Novo, que busca possibilitar a pessoas que perderam movimentos do corpo recuperá-los também são realizados no município.

Um dos exemplos do desenvolvimento do projeto pôde ser observado na abertura da Copa do Mundo de 2014, quando um paraplégico deu o chute inicial do evento utilizando um exoesqueleto, uma roupa robótica que, baseada nas operações mentais do indivíduo proporciona que as partes do corpo que não podiam realizar movimentos os realizem.

Texto: Tadeu de Oliveira
Fotos: Márcio Lucas
Assecom - PMM
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário