27 novembro 2015

Pesquisa constata que educação de trânsito reduz custos da saúde pública


Pesquisa realizada em setembro na cidade de Natal e divulgada nesta sexta-feira (27) pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) traz informações importantes relacionadas a campanhas educativas de trânsito, apontando que na opinião dos entrevistados as ações são responsáveis pela diminuição dos custos com a saúde, além de evitar acidentes. Os dados são expressivos e confirmam que 88,8% dos 1.200 pesquisados nas quatro zonas urbanas da capital acreditam na eficiência da educação de trânsito na prevenção de vítimas de acidentes de tráfego.

Diante disso, os entrevistados se colocaram a favor de campanhas educativas constantes, ou seja, aquelas efetivadas durante todo o ano. Nesse sentido, 93,8% das pessoas pesquisadas manifestaram apoio, contra 4,1% que indicaram que as campanhas deveriam ser apenas sazonais. A fotografia exposta pela pesquisa deixa claro que 92,2% da população natalense aprova o investimento público em campanhas educativas de trânsito. Esses números são amparados ainda pela percepção de 48,5% dos pesquisados, que acreditam que ação de conscientização direcionada para que o motorista não faça uso de bebida alcoólica quando for dirigir ser o tema mais importante abordado nas campanhas, que é seguido de celular ao volante, com 14,1%, e o uso responsável das motocicletas e ciclomotores, ambos com 9,1%.

Dentro dessa ótica, o Detran vem trabalhando cotidianamente e intensificando as ações de educação de trânsito no estado do Rio Grande do Norte. Números catalogados pelo Departamento sugerem que a iniciativa vem gerando resultados positivos quando visualizamos as informações de acidentes de trânsito e de vítimas fatais registradas nos dados do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE). As informações contabilizam números de janeiro a setembro deste ano, período mais intenso das campanhas do Detran, e os comparam com o igual período do ano passado. O resultado é que a quantidade de acidentes em Natal caiu 15,8%, e no tocante a vítimas fatais esse dado foi reduzido em 8,9%. Já no Estado, nesse mesmo período o número de pessoas que perderam a vida foi diminuído em 16,1%.

De acordo com o diretor-geral do Detran, Júlio César Câmara, a intenção da equipe de trânsito estadual com as campanhas educativas é de preservar vidas, além de fomentar a prática de respeito as condutas determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “A pesquisa nos deixa feliz porque mostra que o Governo do Estado e o Detran acertam quando trabalham educação de trânsito, que é apoiada e constatada pela população como uma medida que reduz acidentes e ameniza gastos com saúde pública”, ressaltou.

A pesquisa foi realizada pela empresa Seta Instituto de Pesquisa, sendo os dados coletados nos dias 5 e 6 de setembro deste ano. Foram entrevistados 1.200 eleitores do município de Natal, tendo como parâmetros para a amostragem a renda familiar, grau de instrução, sexo, idade, modal de transporte e região administrativa de residência. A pesquisa tem grau de confiabilidade de 95% e margem de erro de 3% para mais ou para menos.


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário