12 janeiro 2016

Mais uma BOMBA em Ceará-mirim: Posto JR faz distrato com o DESgoverno após ser apontado no relatório da CGU. Vereador diz que foi por fofoca.

O que levaria um posto que fornece combustíveis para a prefeitura desde o início do primeiro mandato do DESgoverno, a simplesmente resolver fazer um distrato do dia pra noite? Qual seria o verdadeiro motivo?

Vereador Luciano Morais: "posto não aguentou as fofocas"
Segundo o vereador Luciano Morais, o Auto Posto JR fez um distrato e suspendeu o fornecimento dos combustíveis para prefeitura e para a câmara municipal. De acordo com o tal vereador, o motivo foi fofoca. "Sabe o que é isso.. é não aguentar toda hora sendo chamado no MP...por fofocas....(SIC)" Afirmou o tal vereador.

Será que o Ministério Público não saberia diferenciar o que são denúncias com comprovações e o que são fofocas? Ou será que o tal vereador pensa que todos são como ele?

Denúncia feita pelo Grupo DIALOGA em fevereiro/2015
Bem, como o que esse tal vereador fala não se escreve e se limpa com papel higiênico, vamos tentar entender o assunto:

Em fevereiro de 2015, o Auto Posto JR foi contratado, mais uma vez, para fornecer combustíveis e seus derivados para o município de Ceará-mirim.

A vigência do contrato seria de 06/02/2015 a 06/02/2016 e o valor do contrato foi de escandalosos R$ 5.799.156,00. Valor bastante superior a soma dos três últimos anos de fornecimento, que juntos, totalizaram pouco mais de 5 milhões.

Na época, este contrato foi denunciado nas redes sociais pelo Grupo DIALOGA e teve muita repercussão durante todo o ano de 2015.

Pois bem... Em agosto de 2015, a CGU - Controladoria Geral da União, esteve em Ceará-mirim e fez uma rigorosa fiscalização em contratos que envolviam verbas federais. Um deles foi, exatamente, o contrato celebrado entre o município e o Auto Posto JR. Sabem qual foi a conclusão?

"Considerando o conjunto das ILEGALIDADES ocorridas no Pregão nº 01/2015, conclui-se que houve FAVORECIMENTO à empresa Auto Posto Jr Ltda."

O DIALOGA TINHA RAZÃO!


- Afinal, o que levou o Auto Posto JR a fazer um distrato com o município faltando apenas um mês para o término da sua vigência do contrato?

- Será que foi porque depois da denúncia do Grupo DIALOGA e graças a pressão popular nas redes sociais, do contrato de R$ 5.799.156,00 foi efetivado apenas R$ 1.180.375,89?

- Será que foi por causa do apontamento da CGU que indicou ILEGALIDADES e FAVORECIMENTO no contrato?

- Será que o Grupo DIALOGA fez fofocas? Ou será que a fofoqueira foi a CGU?

Enquanto aguardamos uma resposta do poder público, deixamos aqui um alerta:

No próximo dia 14 de janeiro, está marcado para as 14 horas, um novo pregão para a aquisição de combustíveis para o ano de 2016. Será que o Auto Posto JR irá participar? Será que uma empresa que faz um distrato se justificativa plausível, poderá ser contratada novamente pelo município?

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário