22 janeiro 2016

Vereadores vão pedir cassação do prefeito Jaime Calado em São Gonçalo

Vereadores constituíram advogados para provocar o Ministério Público de Contas e pedir a cassação do prefeito Jaime Calado

 

A oposição de São Gonçalo do Amarante está acusando o prefeito Jaime Calado (PR) de apropriação indébita dos recursos do Instituto Municipal de Previdência (IPREV), nos meses de setembro, outubro, novembro, dezembro e mais a parcela correspondente ao décimo terceiro salário. Os vereadores Edmilson Gomes e Alexandre Cavalcanti, do PMDB; Nonato Queiroz, do PROS, e Tarcísio Fernandes, do PSB, constituíram advogados para provocar o Ministério Público de Contas e pedir a cassação do prefeito Jaime Calado.

O vereador Alexandre conta que a apropriação indébita foi descoberta depois de uma confissão de dívida que foi publicada no Diário Oficial do Município, ao lado do respectivo contrato de pagamento, parcelado em 60 meses. “Os vereadores entendem que o prefeito Jaime Calado teria exorbitado em suas funções ao ter se apropriado de recursos que não lhe pertencem”, disse o parlamentar.

Ainda segundo os vereadores, o prefeito não pediu autorização legislativa e nem tão pouco teria comunicado ao conselho do IPREV. “O valor da apropriação indébita foi de 3 milhões e 600mil. O pagamento, segundo o DO, será em 60 meses de 60 mil reais”, complementou o vereador peemedebista.

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário