02 fevereiro 2016

Capitão Styvenson diz estar de ‘saco cheio’ da Lei Seca: “É mais fácil lidar com bandido”


Oficial ainda disse que pretende continuar com as abordagens nos bairros de Natal e que pretende levar as ações para todo o RN

Recentemente, o capitão Styvenson Valentim, coordenador da Lei Seca no Rio Grande do Norte, começou a utilizar a própria equipe para fazer abordagens em bairros de Natal para combater a criminalidade. Dentro outras razões, um dos motivos para essa mudança foi a rotina da Lei Seca.

‘Honestamente, eu estou de saco cheio de fazer Lei Seca. É muito rotineiro”, disse o oficial em entrevista para a 95 FM. Apesar dos riscos maiores em lidar com pessoas em lugares onde a criminalidade é maior, o capitão afirmou que esse trabalho é mais fácil do que o da própria Lei Seca. “É mais fácil lidar com bandidos, que só querem ligar para o advogado e da delegacia”.

Segundo Styvenson, a possibilidade de fazer esse tipo de abordagem para diminuir a violência nos bairros da capital era um desejo antigo. “Eu sempre fui de área assim. Trabalhei muito tempo no 9º BPM, fui do 5º BPM. É um trabalho que eu gosto. Eu realmente vejo resultado na proteção da população. Não que a Lei Seca não tenha eficiência no que é atribuído. Se for avaliar, perder uma vida no trânsito, como perder uma vida por arma de fogo, é uma vida”.

Questionado se vai continuar com a Lei Seca e com essas ações nos bairros, o capitão disse que sim. “Me divido durante o dia. Fazemos quatro ou cinco horas de trabalho ostensivo. Eu vou tentar chegar a todos os lugares de Natal e depois ir para o interior do RN”.

Por Agora RN 

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário