20 março 2016

[BOMBA] Vereador Luciano Morais tenta inventar uma desculpa e acaba se comprometendo


Depois da enorme repercussão da matéria, exibida pelo Blog do Gordo, sobre os quase 75 MIL REAIS que o vereador Luciano Morais já recebeu em salários da secretaria de educação, durante o exercício do seu mandato de vereador, uma coisa bastante curiosa aconteceu: O tal vereador fez um comentário em uma postagem do Facebook que, no mínimo, foi bastante curiosa. Ou melhor dizendo: FOI MUITO ESCLARECEDORA! No seu comentário, o vereador justifica a irregularidade dizendo que está permutado com o município e que está exercendo o mandato de vereador.


Pois é, prezados leitores. Como falei na outra matéria, eu nem acreditava que uma
pessoa tão séria, tão responsável, tão honesta, tão comprometida e tão preocupada com o dinheiro público, poderia estar dando mal exemplo como esse. Mas o que podemos dizer agora depois que o próprio vereador confessou que anda assombrando a folha de pagamento da secretaria de educação?

Permutado com o município ele está! Mas e daí?
Como ele mesmo admite, "ele não vai na secretaria de educação porque ele não gosta de andar por lá e todo mundo sabe que ele não gosta da secretaria de educação". 

Ele também exerce o mandato de vereador. Mas e daí?
Como vereador, ele tem direito apenas ao seu salário de parlamentar.

A justificativa dada por ele, não passa de mais uma tentativa de enganar o povo. Embora o tal vereador seja um "operador do direito", parece que ele não conhece a Lei Complementar Nº 122, que dispõe sobre o Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis do Estado do Rio Grande do Norte.

Vejam o trecho da lei que trata deste assunto:



O fato dele ter sido permutado com o município ou de exercer o mandato de vereador, não lhe dá o direito de receber sem trabalhar.

A lei é clara: Para receber os dois salários tem que exercer as duas funções.

Como ele não trabalha na educação, tem se afastar do cargo de professor e escolher entre o salário de professor ou o de vereador.

Um exemplo disto é o caso de um outro vereador que é concursado na prefeitura de Natal, mas se afastou assim que assumiu o seu mandato e não recebe o salário de professor.

Será que o vereador não sabe disso?
Será que o vereador faz de conta que não sabe disso?

Resumindo: 

O tal vereador anda reclamando dos fantasmas mas parece que ele próprio acabou virando assombração e se "ENVOLVENDO COM ISSO". Pior ainda: como ele mesmo disse, os fantasmas estão "FICANDO COM O DINHEIRO DO POVO".

E não adianta falar besteiras, inventar, mentir, reclamar, esbravejar, dar chilique, tentar ganhar no "GRITO" ou fingir falar "A VERDADE EM CEARÁ-MIRIM"!

AQUI SIM, SE DIZ A VERDADE! DOA A QUEM DOER!
 

 
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário