10 março 2016

Homem é preso pela PRF com pedras preciosas

Pedra preciosa rara e bastante valiosa, a turmalina paraíba foi o motivo que levou um homem a ser preso no fim da tarde desta quarta-feira (9), em São José de Mipibu/RN.


Policiais rodoviários federais abordaram uma Toyota Hilux, na BR-101, durante fiscalização de rotina. Seu motorista era um construtor civil de Natal/RN, de 64 anos, que vinha de Ares para Natal. Ao analisar os documentos, os PRFs já constataram que a CNH estava vencida. O crime foi descoberto na averiguação dos pertences: em uma mochila havia 93 cédulas de 100 bolívares e um punhado de pedras azuladas. 

Na busca de outros indícios e em conversa com o homem, os PRFs descobriram que as pedras foram objetos de uma troca, em que o construtor deu um terreno e uma máquina, valendo cerca de R$ 200.000,00. O negócio fora realizado em dezembro de 2015, em Ponta Negra. Já os bolívares, que valem cerca de R$ 5.400,00 pela cotação oficial, foi parte de pagamento de outra troca envolvendo terreno.

Foram contadas 32 pedras lapidadas e 2 brutas, todas assemelhadas à turmalina paraíba. O homem foi conduzido para a Polícia Federal, que providenciará a perícia. Segundo informações do Ministério Público Federal da Paraíba, “… Estima-se que um quilate (0,2 grama) da pedra custa em média U$ 30 mil e pode chegar a custar até U$ 100 mil, dependendo das características da gema…”.

Foi registrada a ocorrência por usurpação de patrimônio da União, crime previsto no artigo 2º da Lei Federal 8.176/91. Nela está prevista a pena de 1 a 5 anos de detenção.

 
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário