06 abril 2016

Júlio denuncia acordão, comenta “Peixotão” e garante que líderes do PSDB estarão com ele

O pré-candidato a prefeito de Ceará Mirim, Júlio César Câmara, concedeu entrevista ao radialista Salatiel de Souza, nesta terça-feira (5), na 106FM.


O atual diretor do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) fez avaliação de seu trabalho no órgão, confirmando a inauguração da Ciretran da cidade para os próximos 30 dias, com todos os serviços do Detran no município. Preferiu não falar sobre política, mas quando indagado sobre o tema fez declarações importantes sobre o atual momento.

Júlio denunciou o “acordão”, como chamou o lançamento de várias candidaturas por parte do prefeito Antônio Peixoto (PR):  É bom que se diga que teu tenho uma divergência política muito forte com Peixoto. Não estarei no palanque onde o prefeito Peixoto estiver, não tem conversa. A população quer mudança, não existe espaço para mentira, de acreditar em projetos milionários. O povo não aceita mais, quer saber como vai fazer, não é só dizer que vai gerar 30 mil empregos, vender botijão de R$ 10. E de onde vai sair o dinheiro? É querer enganar a população. E a estratégia do prefeito é lançar vários candidatos, fazer o famoso acórdão e o povo não aceita mais”.

O diretor do Detran também não fugiu ao questionamento do radialista sobre líderes do PSDB apoiar seu projeto. “Na hora certa eu quero ver, o tempo vai dizer. Deputados do partido, amigos do PSDB estarão conosco, nos apoiando, são simpatizantes ao nosso projeto, ninguém tem dúvida. Onde o governador estiver, o PSDB estará. Vários deputados do PSDB não estarão no palanque do partido, se tiverem candidato. Eles estarão no palanque contrário, pois sabem o que é melhor para Ceará Mirim, sabem do sofrimento do nosso povo nesses oito anos. Não adianta vir com mentira, a verdade sempre chega”, disse Júlio César.

Sobre apoios ao seu projeto, Júlio comentou: "Nós defendemos um projeto de união contra o prefeito. O grupo Melo, Marcílio, eles já comunicaram que estarão na oposição ao prefeito Peixoto. Claro que há possibilidade de estarmos juntos. Ceará Mirim é maior que todos nós. A cidade não pode ser sacrificada por projetos pessoais.  Nós vamos passar, Ceará Mirim vai ficar”. 

O pré-candidato Júlio César foi indagado pelo radialista sobre a construção do presídio estadual, que deve ser inaugurado este ano. “Olha Salatiel, como você diz, o Peixotão, como o povo está chamando, foi o prefeito que fez a cessão do terreno, no ano de 2013, na gestão da governadora Rosalba. Ele tenta confundir a população dizendo que foi o mesmo terreno que dona Edinólia doou. Ela doou na estrada de Ielmo Marinho. Peixoto fez uma cessão de uso direto para o Governo do Estado, na surdina, onde está sendo construída a cadeia. Tanto é que ele na campanha já anunciava o presídio. Ele já sabia, só ele sabia. Se dependesse do governador, essa cadeia não viria para Ceará Mirim. O governador fez um ofício para o município de Alto do Rodrigues para doação, mas diferente de Peixoto, o prefeito de lá não aceitou”, finalizou.


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário