19 maio 2016

[BOMBA] Mais de 10 MIL REAIS! Esse é o salário de uma funcionária do alto escalão da prefeitura que acumula ilegalmente 3 vínculos em Ceará-Mirim

Mais um esqueminha de descumprimento das lei acontece nas barbas no povo, lá nos porões do Solar dos Antunes. O DESgoverno da turminha de BACO realmente não está nem aí para a legalidade.


Prestem bastante atenção na pergunta 122 do concurso: 

Em Ceará-Mirim, uma professora que apareceu no relatório da CGU como não conhecida na Escola Municipal Dr. Augusto Meira, com carga horária de 30hs e um salário de R$ 2.897,89, também está lotada na Escola Municipal Abelardo Calafange, com carga horária de 30hs e salário de R$ 2.156,01.

Além destes dois vínculos, a professora ainda exerce um importante cargo do primeiro escalão da prefeitura, com o salário de R$ 5.387,00 e carga horária de 40hs.

Portanto, a carga horária total desta funcionária é de 100hs e os salários juntos somam MAIS DE 10 MIL REAIS por mês.
 
 E AÍ, LEITORES? VOCÊS ACHAM QUE ISSO É LEGAL?
 

Vejamos o que diz o Art. 66, IV, da Lei Orgânica do Município de Ceará-MIrim:

Art. 66 - É vedado:

IV - A acumulação remunerada de cargos públicos, exceto quando houver compatibilidade de horários:

a) de dois (2) cargos de professor;
b) a de um (1) cargo de professor com outro técnico ou científico;
c) a de dois (2) cargos privativos de médico.

SERÁ QUE TEREMOS ÓLEO DE PEROBA SUFICIENTE PARA
OS CARAS-DE-PAU DA TURMINHA DE BACO?

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário