05 maio 2016

[PEGA NA MENTIRA] Secretário Neto Coutinho nega, mas a casa alugada para a UBS é da sua família


A casa alugada para o funcionamento da UBS do Vale do Amanhecer pertence a uma cunhada do secretário Neto Coutinho, um dos principais acusados pelo MP na Operação BACO.

No final de abril, o Blog do Gordo recebeu uma denúncia que levantava questionamentos sobre a locação de uma casa na Travessa Manoel Marques para servir como a UBS do Vale do Amanhecer.

O leitor afirmava que a casa pertencia a família do super secretário Neto Coutinho, que é um dos principais envolvidos na suposta ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, denunciada pelo Ministério Público na OPERAÇÃO BACO.

Diante da denúncia, o Blog do Gordo publicou uma foto da casa e questionou de quem seria o imóvel, quanto seria o aluguel e quem receberia os pagamentos.

Imediatamente o Blog começou a receber várias mensagens informando basicamente a mesma coisa: "ESSA CASA PERTENCE A FAMÍLIA DE NETO COUTINHO!"

Mesmo recebendo inúmeras mensagens, o Blog do Gordo seguiu em busca de esclarecimentos que confirmassem estas dencias.

Durante esta semana, em um grupo de WhatsApp, o secretário Neto Coutinho foi questionado várias vezes sobre o fato desta casa pertencer a alguém da sua família.

Algumas vezes o secretário se esquivou, mas em uma delas, onde o colega Ari Duarte o questionou, ele foi enfático e disse: "Não sei dizer, mas posso perguntar. Porém ninguém da minha família". (SIC) 

Hoje, o mistério foi revelado!

RAYSSA CRUZ DE FARIAS. Este é o nome da proprietária da casa localizada na Travessa Manoel Marques, nº 689, onde funciona a Unidade Básica de Saúde do Vale do Amanhecer e que está locada para a prefeitura há 3 anos, desde o mês de março de 2013, com o valor do aluguel de R$ 850,00 mensais. 

RAYSSA CRUZ DE FARIAS, que misteriosamente teve o sobrenome COUTINHO omitido no Portal da Transparência, é cunhada do secretário Neto Coutinho.


Embora o secretário Neto Coutinho tenha negado veementemente que a casa pertencesse a alguém da sua família, não é isso o que consta no Portal da Transparência da Prefeitura Municipal de Ceará-mirim. 

Pois é! O secretário Neto Coutinho mentiu. 

As perguntas agora são:

- Por que será que o secretário Neto Coutinho mentiu quando disse que a casa não pertencia a ninguém da sua família?

- Por que o sobrenome COUTINHO foi omitido no Portal da Transparência?

- Por que a prefeitura não alugou uma casa na própria comunidade que deve ser atendida pela UBS? Apenas para beneficiar alguém?

- Será que existem outras situações como essa no município?
 
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário