04 maio 2016

Trabalhadores da educação de Ceará-mirim decidem por parada nas escolas

Após assembleias realizadas nos dias 29 de abril e 3 de maio, os trabalhadores em educação de Ceará-Mirim decidiram parar suas atividades frente a apatia da Prefeitura e do Governo do Estado em resolver os problemas da categoria. Assim, um ato será realizado no dia 5, quinta-feira, com concentração na Escola Estadual Ubaldo Bezerra, a partir das 8h.

O ato tem como focos a reivindicação dos pagamentos de salários atrasados pelos profissionais do Estado; já no município, a Prefeitura vem realizando uma série de ataques, como a falta de transportes para estudantes e professores, a falta de merenda, a jornada de trabalho que não está sendo respeitada e a situação alarmante das escolas.

Um dos principais ataques da Prefeitura é o não cumprimento da Lei do 1/3 (um terço), que versa sobre a jornada de trabalho dos professores. A Prefeitura vem tentando alterar a forma de se cumprir a jornada, que difere da forma como a Lei federal expõe.

SINTE/RN - CEARÁ-MIRIM
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário