22 maio 2016

Vereador é preso suspeito de mandar matar namorado da filha por ele ser negro

O executor do homicídio teria sido Inácio, que é sobrinho do vereador.

Uma ação integrada entre as polícias civil e militar de Patos levou à prisão, nesta sexta-feira (20), três acusados de participação em um assassinato de um jovem, que namorava a filha de um vereador da cidade de Matureia, que faz divisa com Teixeira, região de Patos.

Foram presos Wesley Tavares de Sousa, José Inácio Rodrigues de Lima e o vereador Normaélio de Lima Rodrigues. Em poder de Inácio foram apreendidos um rifle calibre “ponto 44” e diversas munições.

Essa ação policial se iniciou após o crime, um homicídio ocorrido naquela cidade em setembro de 2014, onde figurou como vítima o jovem Welton Victor Lima, que tinha 16 anos.

Após quase dois anos de investigação, a justiça expediu Mandados de prisão contra os suspeitos.

De acordo com o inquérito, a motivação do crime teria sido por que Welton namorava a filha de Normaélio e o mesmo não aceitava o relacionamento por questões raciais, bem como, “porque o adolescente era de família humilde”.

O executor do homicídio teria sido Inácio, que é sobrinho do vereador. Na ação policial também foi apreendido um veículo clonado em poder dos acusados.

Os suspeitos foram encaminhados para delegacia para as providências cabíveis.

WSCom
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário