28 junho 2016

ATENÇÃO MINISTÉRIO PÚBLICO! O tal INSTITUTO do golpe de 9,6 MILHÕES DE REAIS também está sendo contratado pela educação

O golpe do convênio não seria só na saúde!
A educação também está entrando no bolo!


A bomba desta segunda-feira foi o inquérito instaurado pelo Ministério para investigar a tentativa de um golpe tramado para burlar a Lei de Responsabilidade Fiscal celebrando um convênio para terceirizar a contratação de profissionais de saúde e mascarar o limite prudencial que já vem sendo desrespeitado desde janeiro pela turma que acha que sabe administrar.

Como se não bastasse a ilegalidade dessa contratação, a entidade com a qual o município celebrou o convênio é um tal de Instituto de Desenvolvimento Humano, com sede lá pelas bandas de Garanhuns, PE.

Poderia até ser normal, mas diante desta situação tão absurda, o Ministério Público colocou sua lupa sobre este caso e descobriu que o imóvel no endereço desse instituto, na verdade é apenas "uma pequena casa, sem letreiro, nem qualquer indicação ostensiva de que se trata de um instituto apto a prestar serviços desse porte." Além disso, o MP descobriu disse que "não foi detectado o registro de nenhum empregado do Instituto de Desenvolvimento Humano no CAGED, o que indica a inexistência de quadro médico e odontológico vinculado ao IDH para prestar serviços de tal monta."

Mas a artimanha não se limitava apenas ao esquema do convênio com a saúde. Eis que descobrimos que a Educação e a verba do FUNDEB também entrariam no mesmo balaio de gato desse tal instituto.

A publicação no Diário Oficial, do dia 09 de junho de 2016, trouxe o resultado final da Chamada Pública nº 003/2016, que objetivava a escolha de uma instituição para executar o Programa RECOMEÇO, que foi criado para beneficiar pessoas com mais de 18 anos (eleitores), analfabetos ou semianalfabetos, ou que não tiveram a oportunidade de concluir o ensino fundamental e o ensino médio, através de aulas e de estágios na administração pública com o pagamento de bolsas auxílio, que variam de R$ 400,00 a R$ 788,00.

E a entidade vencedora foi?

EXATAMENTE! Foi o tal Instituto de Desenvolvimento Humano. O mesmo instituto contratado para terceirizar os profissionais da saúde em uma manobra que foi barrada pelo Ministério Público.

É isso, prezados leitores. Mais um escândalo para a coleção da turminha de BACO.



1 Comentários

Um comentário: