24 junho 2016

Enquanto falta tudo, 500 MIL REAIS da saúde de Ceará-Mirim serão desviados para outras finalidades

O dinheiro que deveria ser usado para a compra de material de consumo como, por exemplo, gazes, esparadrapos, luvas, seringas e medicamentos, serão desviados para a "modernização da administração".
 

Como se já não bastassem os famosos problemas da saúde pública em Ceará-Mirim, o governo municipal resolveu retirar 500 MIL REAIS da verba do Fundo Municipal de Saúde para usar na "modernização da administração tributária".

Traduzindo: A prefeitura vai tirar 500 MIL REAIS que deveriam ser usados para compra de material de consumo (remédios, gaze, algodão, esparadrapo, luvas, material de higiene, etc), e vai usar esse dinheiro para comprar material permanente e equipamentos para a secretaria de tributação, e para contratar consultorias, serviços e treinamentos.

Pois é, prezados leitores! Enquanto falta tudo na saúde e sobra dinheiro para ser gasto com pseudo inaugurações e festas de "lançamentos" de obras, o dinheiro da saúde capenga de Ceará-Mirim será desviado para outras finalidades.

Enquanto isso, as pessoas da nossa terra continuarão sofrendo sem atendimento nos postos de saúde, sem médicos, sem medicações, sem obstetras, sem raio-x, sem plantonistas no Hospital Percílio Alves; e o pior: Sem o respeito e sem a atenção daqueles que deveriam zelar e cuidar da saúde do nosso povo.

Não custa nada lembrar que o município tem, hoje, R$ 32.201.798,01* de saldo positivo em suas contas ou guardados em algum cofre. *Fonte: Portal da Transparência.

Porque então não utilizam estes recursos e, ao contrário de tirar, não investem mais na atenção à saúde da nossa gente tão sofrida?

Esse é o jeito de administrar da turma que vem destruindo Ceará-Mirim. 

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário