09 junho 2016

Governo do Estado investe 4,7 milhões em 128 escolas com problemas de aprendizagem

R$ 4.749.000,00 serão repassados aos caixas escolares para através de convênio no Projeto de Inovação Pedagógica.


Motivar professores e alunos com projetos inovadores e diferentes metodologias de ensino é o objetivo da 2° edição do Projeto de Inovação Pedagógica, que teve convênio assinado pelo governador Robinson Faria com 128 escolas na manhã desta quarta-feira (8), na Escola de Governo. O PIP visa combater os problemas de aprendizagem enfrentados pelas escolas, possibilitando a melhoria e fortalecimento da participação dos professores e alunos. Será repassado aos caixas escolares o valor de R$ 4.749.000,00 (quatro milhões setecentos e quarenta e nove mil reais).

Robinson Faria destacou que o projeto possibilita a criação de metodologias de ensino e estimula o aluno a permanecer na escola. “Na primeira edição do PIP pais e professores puderam ver o entusiasmo dos alunos com as novas atividades. Cada escola desenvolve um projeto de acordo com sua realidade e perfil. Já foram criadas rádios, plantio de uma horta, utilização de tablets, aulas de campo, entre outros, que despertaram a motivação dos alunos em aprender as diversas áreas do conhecimento de maneira interdisciplinar. Por isso, triplicamos o investimento na segunda edição”, declarou o governador.

Todos os projetos foram pensados a partir de um dos dez Campos de Desenvolvimento do PIP: leitura e letramento, competência matemática, cultura e arte, comunicação, uso das mídias e cultura digital, iniciação científica e pesquisas, educação econômica e empreendedorismo, promoção da saúde, meio ambiente e sustentabilidade, além de cultura corporal, esporte e lazer.

A secretária estadual de educação, Cláudia Santa Rosa disse que o projeto é importante porque identifica os problemas e soluções de cada escola. “As iniciativas partem das próprias escolas, que conhecem os alunos e sabem onde podem melhorar para incentivar a participação do aluno. Fazemos o acompanhamento técnico dos projetos e já constatamos resultados positivos”, afirmou a secretária.

Na solenidade, Robinson Faria entregou placas aos 16 diretores regionais de Educação e Cultura do Estado (Dired) que implantaram o projeto em 111 escolas na primeira edição do PIP.

Além de diretores das escolas estaduais, participaram do evento o secretário do esporte e do lazer, Canindé de França; a secretária de comunicação, Juliska Azevedo; a secretária adjunta de Planejamento, Vera Guedes e a gerente executiva do programa RN Sustentável, Ana Cristina Guedes.

Os recursos são da Secretaria Estadual de Educação (SEEC), viabilizados por meio do Projeto RN Sustentável, do Banco Mundial.


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário