31 julho 2016

Ceará-Mirim em queda livre mas Peixoto espera emplacar Marconi Barreto

Em mais um artigo sobre a situação política, social e econômica de Ceará-Mirim, o cientista político, Daniel Menezes, analisa a queda do IDH do município, leva em consideração a qualidade dos serviços de educação, saúde e geração de emprego e renda de uma cidade, e a tentativa do atual prefeito, Antônio Peixoto, de sustentar a aventura política do empresário Marconi Barreto e eleger o milionário, que é dono do Globo Futebol Clube, como seu sucessor.

Por Daniel Menezes

Nas mãos do prefeito Peixoto, educação, saúde e renda de Ceará Mirim despencam; Mas Peixoto espera eleger Marconi Barreto seu sucessor

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) representa uma medida importante concebida pela ONU (Organização das Nações Unidas) para avaliar a qualidade de vida e o desenvolvimento econômico de uma população. Ele leva em consideração a qualidade dos serviços de educação, saúde e geração de emprego e renda de uma cidade.

No quesito, Ceará Mirim só patina. Está na rabeira da região metropolitana de Natal. Na década de 90, a referida cidade ocupava a posição 48 no Rio Grande do Norte. Após a gestão de Peixoto, uma piora acachapante levou o município para posição 63 no RN. Ou seja, Ceará Mirim foi ultrapassada por 15 cidades do RN, inclusive com orçamentos menores.

Tabela Programa das Nações Unidas - PNUD
Só para se ter ideia, São Gonçalo do Amarante está na posição 16 e Extremoz na décima oitava. Ainda há Macaíba na posição 30 e Parnamirim é a primeira. Goianinha segue no 33º posto do ranking potiguar.

Apesar de Ceará Mirim encolher com a gestão de Peixoto, ele acredita que poderá fazer sucessor. Tanto que apoia a candidatura de Marconi Barreto na eleição de 2016.

Veja a tabela do Programa das Nações Unidas - PNUD (LEIA AQUI).


Daniel Menezes é Cientista Político, Doutor em Ciências Sociais (UFRN), Professor Substituto da UFRN e diretor do Instituto Seta. Autor do livro: pesquisa de opinião e eleitoral: teoria e prática; e co-autor do Geografia do Voto em Natal.
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário