01 julho 2016

[DENÚNCIA] Abuso da máquina pública em favor de um dos candidatos do prefeito de Ceará-Mirim

A cada dia o abuso da máquina pública tem se tornado mais frequente e flagrante no município de Ceará-Mirim.


Não bastassem os comícios travestidos de inaugurações que se tornaram habituais nas últimas semanas, com a maquiagem de atos oficiais, que servem na verdade para a promoção das candidaturas dos vereadores e do candidato à sucessão do Prefeito que apoiados por ele próprio, começou também a temporada de “reuniões” com funcionários contratados sem concurso, os que tem função de confiança e os com cargos comissionados. E começou com força.

Dizem que nestas famosas reuniões, que sempre foram praticadas por esta gestão desde a campanha para a reeleição do prefeito Peixoto, estes funcionários são obrigados a ouvir discursos e recebem "orientações" para apoiarem os candidatos indicados pelo prefeito para que possam ter seus empregos temporários assegurados. Será que é verdade?

Pois bem... Desde o dia 29, pessoas vem acompanhando uma mensagem que vazou de um grupo de WhatsApp formado por gestores da educação municipal, que avisava a estes gestores que na noite de ontem (30) haveria uma "reunião" na casa do prefeito e que todos os contratados deveriam comparecer e que um ônibus sairia da lanchonete "Saborosa" às 18hs.

Como isso poderia ser apenas mais um boato, muitas pessoas resolveram ver de perto se realmente isso seria verdade.

No horário marcado foram registradas fotos do tal ônibus parado em frente a "Saborosa", com pessoas embarcando para reunião, além de vídeos que acompanharam o ônibus até o acesso a casa do prefeito, em Massaranduba, que fica após o posto Setta.

Ficam as perguntas:

- Se fosse uma reunião de trabalho, porque não ocorreu em um prédio público e em horário normal de expediente?

- Porque o comunicado citava apenas os funcionários "contratados sem concurso"?


- Porque nesta reunião, um dos candidatos do prefeito não só estava presente como foi o motivo central para a convocação dos funcionários contratados? 

- Porque no dia seguinte, o vereador Renato Martins, que é um dos candidatos do prefeito divulgou em sua página fotos com o título: "Ontem, um "bate papo" super agradável com 1500 amigos!"?


E aí vem a principal indagação:

É correto usar o cabide de empregos e a máquina pública para promover os candidatos apoiados pelo próprio prefeito?

Veja o vídeo do ônibus carregado de contratados entrando no acesso para a casa do prefeito em Massaranduba:

 

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário