20 julho 2016

Prefeito de Parnamirim não cumpre lei e médicos paralisam atividades em unidades de saúde

Os serviços serão suspensos na maternidade Divino Amor, na UPA Nova Esperança e no Hospital de Pirangi.


Os médicos do município de Parnamirim paralisam os atendimentos na maternidade Divino Amor, Upa e Hospital de Pirangi amanhã (20) por não cumprimento de acordo do prefeito Maurício Marques dos Santos. Um ato público será realizado às 10h do dia 20, em frente a maternidade.

No Diário Oficial do Município de Parnamirim, do dia 02 de dezembro de 2015, foi publicada a Lei nº 1748 que estipula o valor de gratificação e as datas dos pagamentos retroativos referentes ao reajuste do ano de 2014. Estes pagamentos retroativos até a data de hoje não foram efetivados.

Além do não pagamento dos retroativos, os médicos realizam a paralisação de 24 horas por falta de contratos formais de trabalho para médicos da upa, precarização do vínculo trabalhista e falta de condições de trabalho nas unidades de saúde.

A interrupção dos atendimentos inicia às 7h do dia 20/7 e encerra às 7h do dia 21.

Agora RN

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário