11 agosto 2016

[SAFADEZA] A saúde do povo de Ceará-Mirim está entregue às baratas

Enquanto a turminha de Baco frequenta os melhores hospitais de Natal, o povo sofre com a SAFADEZA desta gestão apodrecida

Acho que eu até devo iniciar esta matéria pedindo desculpas aos meus leitores pelo termo usado. Mas não existe outra maneira para definir a forma que essa turma de irresponsáveis conduz a gestão da saúde pública em Ceará-Mirim e, pior ainda, a forma como nossos cidadãos são tratados.

Portanto, prezados leitores, me desculpem, mas é SAFADEZA, MESMO!

Descaso e humilhação são constantes no sistema de saúde pública municipal de Ceará-Mirim. As reclamações são frequentes e, a cada dia, mais absurdas.

Nesta terça-feira (09), a vítima do descaso e da SAFADEZA da gestão pública da saúde, foi o jovem João Victor Morais.

Acometido por uma febre, o jovem se dirigiu ao Hospital Percílio Alves e se deparou com o que já é comum naquela unidade de saúde: DESCASO e SAFADEZA desta gestão.

Ao ser atendido por uma enfermeira, o jovem ouviu da “profissional” que “não tinha médico”, que “só iria atender pessoas que tivessem acima de 39º de febre”, que “só atendemos pessoas com risco de vida”, e mais: “Volte pra casa e tome uma dipirona

Como assim... "Não tinha médico?"

Como assim... "Só atendem pessoas com mais de 39º de febre?"

Como assim... "Só atendemos pessoas com risco de vida?

Como assim... "Volte pra casa e tome uma dipirona?

Como pode uma enfermeira agir como médico e se atrever a fazer um diagnóstico dessa forma?

Ari Duarte, enfermeiro da Casa de Saúde São Lucas e do Serviço Móvel de Urgência - SAMU, e que é um profundo conhecedor das problemáticas da saúde municipal de Ceará-Mirim, comentou: "Febre geralmente é indício de infecção, que pode ser algo simples, como um resfriado, ou grave como uma meningite. A enfermagem não tem habilitação para descartar uma situação como esta relatada. Nossa saúde está entregue às baratas! Isso é humilhante!"

Este é o retrato do DESgoverno do PR-22 em Ceará-Mirim!
 
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário