06 setembro 2016

Ari Duartte registra compromisso público para receber apenas 1 salário mínimo se for eleito

O cargo de vereador deve ser usado unicamente em benefício da coletividade e jamais para usofruto pessoal, investimento ou negócio", afirmou o candidato Ari Duarte, do PV

Em Ceará-Mirim, o candidato a vereador, Ari Duartte, registrou em cartório um Termo de Compromisso com o Povo de Ceará-Mirim, onde se compromete a abrir mão de grande parte do salário de vereador, caso seja eleito.

O salário de vereador no município é de R$ 7.672,33. Deste valor, o candidato Ari Duartte se compromete a ficar apenas com o valor de um salário mínimo, que atualmente e de R$ 880,00, retirar os encargos de IR e INSS e o restante usar para ajudar na melhoria da saúde municipal, seja através órgãos ligados à secretaria de saúde e/ou de entidades filantrópicas, como o Abrigo São Vicente de Paulo.

De acordo com Ari Duartte, o cargo de vereador deve ser usado unicamente em benefício da coletividade e "jamais para usofruto pessoal, investimento ou negócio". Ainda segundo o candidato a vereador, seu gesto também é um ato "em respeito à grande parte da população, que mantém seus sustentos diários, baseado na receita mensal de apenas 01 salário mínimo".

Ari Duartte é cearamirinense, tem 36 anos, é enfermeiro formado pela UFRN desde 2006 e atua no SAMU e na Casa de Saúde São Lucas, em Natal. Neste pleito eleitoral, Ari Duartte disputa uma das cadeiras da Câmara Municipal, pelo PV, sob o número 43.555.

O Termo de Compromisso com o Povo de Ceará-Mirim foi registrado no 3º Ofício de Notas de Ceará-Mirim e teve como testemunhas o professor e historiador cearamirinense, Gibson Machado; e o contador, Eduardo Varela, que é membro do Grupo Dialoga.
 
Veja a íntegra do
TERMO DE COMPROMISSO COM O POVO DE CEARÁ-MIRIM de Ari Duartte, candidato a vereador:






0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário