12 setembro 2016

MP/RN investiga aniversário da filha de Peixoto aqui. MPF investiga casamento da filha de Cunha lá.

Enquanto o MP/RN investiga o possível uso de dinheiro público para bancar o aniversário de 15 anos da filha do prefeito Peixoto, de Ceará- Mirim, o MPF apura a origem do dinheiro que financiou a festa de casamento da filha de Eduardo Cunha.


Em Ceará-Mirim, o Blog do Gordo revelou em uma matéria publicada em 1 de abril de 2016, que a justiça havia autorizado um procedimento investigatório para apurar informações que surgiram das entranhas das investigações da OPERAÇÃO BACO e que, outra vez, colocaram o prefeito Peixoto como alvo de mais uma REPRESENTAÇÃO CRIMINAL. [CLIQUE AQUI E LEIA A MATÉRIA]

Ao analisar documentos apreendidos na casa do prefeito Peixoto durante as diligências da Operação Baco, o Ministério Público deparou-se com documentos que comprovariam o uso de recursos públicos para a realização da pomposa festa de 15 anos de sua filha.

Mais ainda: Os documentos apontam para um esquema que envolveria a ex-secretária de finanças, a famosa Rejane Lidice e sua família, o que o Ministério Público tratou como "um verdadeiro intercâmbio de valores entre os núcleos familiares do Prefeito ANTÔNIO MARCOS DE ABREU PEIXOTO e da Secretária Municipal REJANE LIDICE BEZERRA DE OLIVEIRA".

Já na noite de ontem (11) o “FANTÁSTICO”, da Rede Globo, exibiu uma matéria sobre uma investigação do Ministério Público Federal que investiga a origem do dinheiro utilizado para pagar a festa de casamento da filha de Eduardo Cunha, que ocorreu no Hotel Copacabana Palace, em 2011, e custou mais de 400 MIL REAIS.

Segue a matéria:


MPF investiga origem de dinheiro que pagou casamento da filha de Cunha.


De acordo com ‘Fantástico’, da TV Globo, festa no Copacabana Palace foi paga em dinheiro

Procuradores da força-tarefa da Operação Lava-Jato investigam a origem do dinheiro usado para pagar o casamento da filha do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de acordo com reportagem exibida na noite deste domingo pelo “Fantástico”, da TV Globo. Segundo as investigações, a festa de casamento de Danielle, realizada no hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, em 2011, teria custado mais de R$ 400 mil.

Dados de perícia da Receita Federal obtidos pelo programa apontam que os custos da festa teriam sido pagos em dinheiro vivo ou depósito em dinheiro. Neste sábado, O GLOBO revelou que contas pessoais e de empresas de Cláudia Cruz no Brasil são alvo de nova investigação da Lava-Jato.

De acordo com o “Fantástico”, recibos de gastos com hotel e outros fornecedores, como floristas e fotógrafos, saíram em nome da empresa C3, que está em nome da mulher de Cunha, Cláudia Cruz, e de Danielle. A Receita diz que nem a C3 nem Danielle têm movimentação financeira que mostre de onde saiu o dinheiro usado nesses pagamentos, segundo a reportagem.

O deputado afastado foi procurado pela “TV Globo”, mas não quis dar entrevista. A assessoria de imprensa do deputado informou à produção do programa que ele não se manifestaria sobre o casamento da filha porque desconhece o caso e não foi notificado sobre a denúncia.


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário