22 outubro 2016

Bebê morre sufocado após mãe fumar maconha e deitar sobre ele

O crime aconteceu, na casa da família, em abril deste ano.
As informações são do jornal “Daily Mail”.


Promotores da Pensilvânia, nos Estados Unidos, acusaram de homicídio culposo (sem intenção de matar), nesta semana, uma americana que matou a filha bebê. Kayla Marie Breniser, de 27 anos, havia fumado maconha e acabou sufocando a pequena, de 3 semanas, após dormir e rolar sobre ela.

Logo após a morte da menina, a mãe foi submetida a exames médicos que constataram a presença da droga no organismo dela. Por fim, a mulher admitiu que fumou maconha durante a gestação e não abriu mão do uso da substância mesmo após o nascimento da filha.

No dia do crime, Kayla fumou a droga e deitou no sofá com a filha. Ela adormeceu e não percebeu que havia rolado sobre a pequena, que se sufocou e morreu. A mulher responde pelo crime em liberdade após ter pago fiança.

Em novembro, o julgamento do caso será iniciado e, se condenada, ela pode ser presa.

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário