15 outubro 2016

Estudantes seguem acampados na Escola Estadual Augusto Severo em protesto contra retrocessos


Estudantes de diversas escolas da rede estadual de ensino continuam acampados, nesta sexta-feira (14), na Escola Augusto Severo, no bairro Petrópolis, Zona Leste de Natal. A ocupação é um protesto contra à PEC 241, que prevê pelos próximos 20 anos o congelamento dos investimentos em educação e saúde, entre outras áreas, e também a reforma do ensino médio que está sendo proposta pelo governo Temer.

Os estudantes também cobram do governo Robinson a reforma e reabertura da escola Augusto Severo, interditada há cerca de um mês devido ao comprometimento de sua estrutura física.

Eles avisam que a escola seguirá ocupada durante este final de semana.

OCUPAÇÃO COMEÇOU NA TERÇA-FEIRA (11)

A ocupação foi iniciada na manhã da última terça-feira (11), quando um grupo de estudantes adentrou as dependências da escola para protestar. Na ocasião, o aluno Ângelo Menezes, que é do 3° ano do ensino médio do Instituto Padre Miguelinho e vice-presidente do grêmio da escola, que fica no Alecrim, afirmou que os estudantes querem melhorias nas escolas do Estado. “Conseguimos unir vários estudantes para lutar por essa causa. Queremos visibilidade, para que assim as escolas passem por melhorias”, afirmou.

Em nome de todos os alunos Ângelo pediu a imediata reforma da escola Augusto Severo: “Todos nós devemos podemos começar a luta reivindicando coisas simples, como a reforma e reabertura da Augusto Severo. Assim poderemos conseguir melhorias em outras escolas”.


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário