11 novembro 2016

Amiguinhos de Temer impedem divulgação de gastos da ‘farra dos aviões da FAB’

Os amiguinhos do presidente Temer fazem questão de esconder os gastos com as 781 vezes na “farra com os aviões da FAB”, sendo que em 238 delas não houve justificativa adequada.



247 - A reunião da Comissão Fiscalização Financeira e Controle da Câmara Federal (CFFC) realizada nesta quarta-feira 9 foi atropelada pelos deputados da base de Michel Temer (PMDB).

Ao contrário do que vinha ocorrendo, os governistas fizeram questão do quórum para tentar derrubar os mais de 14 requerimentos apresentados pela oposição pedindo esclarecimento principalmente sobre gastos com as 781 vezes, sendo que em 238 delas não houve justificativa adequada.

O primeiro ponto da pauta constava o requerimento do deputado Jorge Sola (PT-BA) solicitando informações aos ministros do governo Temer sobre o uso de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) pelas autoridades em descumprimento com a norma vigente que regula a utilização das aeronaves para deslocamento em missões oficiais.

Presidida pelo deputado Leo de Brito (PT-AC) e tendo como vice o deputado Paulão (PT-AL), a Comissão tem pautado temas importantes de esclarecimentos sobre as ações do governo. No entanto, os parlamentares da base do governo - PMDB, PSDB, DEM, PP, PSB e PTB - vêm boicotando o colegiado, não registrando quórum e não votando pedidos de convite e requerimentos de esclarecimentos sobre ações de governo.

Para Paulão, que presidiu a reunião desta quarta, os atuais governistas atuam de forma antidemocrática ao se negar a votar e quando votam, como hoje, não discutem e querem derrubar até mesmo pedidos de informação.


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário