19 novembro 2016

Roberto Freire, novo ministro da cultura, vai concordar com a maracutaia de Geddel Vieira?


Ao pressionar, de forma truculenta, pela liberação do empreendimento La Vue, onde tem um apartamento num andar alto, causando assim a demissão do ministro da Cultura, Marcelo Calero (LEIA AQUI), Geddel Vieira Lima pode ter sacramentado a morte do empreendimento, que, segundo moradores, arquitetos e urbanistas, agride o patrimônio histórico de Salvador.

Isso porque o sucessor de Calero, Roberto Freire, será vigiado pela opinião pública em relação a todos os seus atos relacionados ao Iphan, o instituto responsável pelo patrimônio histórico.

Se vier a liberar o La Vue, Freire terá agido não em nome do interesse público, mas sim do interesse pessoal de um dos ministros do governo Temer.

Ou seja: Geddel, que estava preocupado com o investimento que fez na torre de 107 metros de altura, pode ter causado seu próprio prejuízo, com sua forma "truculenta" de agir, na definição de Calero.


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário