28 novembro 2016

[VERGONHA] Sem merenda, escolas municipais de Ceará-Mirim mandam centenas de alunos para casa

Mais uma vez pais denunciam o descaso com a educação das crianças de Ceará-Mirim. Centenas de crianças tiveram as aulas suspensas por falta de merenda.

Mesmo com os cofres abarrotados de dinheiro, a prefeitura deixa faltar merenda em escolas do município, como é o caso das escolas municipais Dr. Júlio Sena, Mário Pinheiro e Adele de Oliveira, e prejudica centenas de crianças que tem as aulas suspensas.

Na tarde de hoje (28), o cidadão Lenilson Lira denunciou a situação recorrente da escola onde seu filho estuda: “Escola Júlio Gomes de Senna acaba de liberar os alunos por falta de merenda. Meu filho acaba de chegar e isso me deixa triste, por ainda dizem que tem merenda. Vou observar esta semana se vai ter ou não.”

O mesmo problema também ocorreu no Adele de Oliveira, como informou a avó de uma aluna: “Acabaram de me ligar da escola Adele de Oliveira para ir pega minha neta, pois estão liberando os alunos por falta de merenda”.

"O Mário Pinheiro também liberou mais cedo por falta de merenda", relatou uma funcionária da escola. 

O ano letivo está chegando ao fim e os problemas se repetem sem que a gestão municipal assuma seu papel com seriedade e cuide das nossas crianças.

Falta de transporte, falta de professores e a constante falta de merenda, principais problemas da rede municipal de educação, provocaram a redução dos dias letivos e, consequentemente, comprometeram o conteúdo que nossos alunos deveriam ter acesso. Ou será que alguém acredita que a secretaria de educação tem algum plano para repor as aulas perdidas?



0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário