19 janeiro 2017

[ALCAÇUZ] Robinson autoriza entrada de forças policiais para controlar rebelião


Por Boni Neto - Agora Rn

O governador Robinson Faria (PSD) autorizou a entrada imediata das forças do Batalhão de Choque, do BOPE e do GOE em Alcaçuz. A medida visa a separar os membros das facções do Sindicato do Crime e do PCC que estão se enfrentando com paus, pedras e pedaços de ferro que conseguiram ao destruir a estrutura da penitenciária. A informação foi confirmada pelo próprio governador em entrevista a Globonews.

"O Batalhao, o BOPE e o GOE estão se preparando para entrar em Alcaçuz e vão fazer um paredão humano até que haja um paredão físico, uma obra emergencial, para separar as facções, e vamos ter que separar quem é PCC e o Sindicato."

Segundo Robinson, os presos deverão novamente ser separados e enviados a outras penitenciárias, e em seguida o governo deve pensar em maneiras de reformar o presídio vandalizado pelos seus detentos. "A curto prazo vamos evitar uma nova matança entre eles; a operação vai começar já já em Alcaçuz, vamos distribuir os presos do PCC e Sindicato para outros presídios separadamente e depois vamos pensar na recuperação de Alcaçuz."

Por fim, Robinson disse que ligou para o presidente Michel Temer solicitando a ação das Forças Armadas nas ruas da capital potiguar e de cidades do interior, pedido, este, já acatado pelo presidente da República. "Liguei para Temer e pedir as Forças Militares para as ruas de Natal e do interior – Exército, Marinha e Aeronáutica – para protegerem a população."


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário