06 janeiro 2017

[GOLPE DA MANDALA] Delegado de Sergipe diz que administradores de grupos são estelionatários


O delegado da 2ª Delegacia Metropolitana de Aracaju (SE), Luciano Cardoso, disse na noite deste quarta-feira(4) que a prática da circulação de dinheiro através do sistema conhecido como o “GOLPE DA MANDALA” é proibida no país.

Para a polícia, sempre vai ter um grande número de pessoas perdendo dinheiro e uma minoria que ganha. “Essa prática é ilegal. As pessoas que receberem este tipo de corrente não deve aceitar, pois ao se tornar um administrador estará praticando o crime de ESTELIONATO”, explica o delegado, que há dois anos investigou um caso de pirâmide.

A corrente funciona através de mensagens pelo celular. Elas explicam que o dinheiro é depositado diretamente na conta bancária de um administrador e cada participante é responsável por convidar novas pessoas, mas nenhum produto é comercializado.

O sistema é dividido em quatro grupos: fogo, ar, terra e água. Ao aderir, o usuário investe os R$ 100 e precisa convidar mais pessoas. Depois de completar a quantidade necessária de participantes, a pessoa recebe de cada um o valor de R$ 100.
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário