05 abril 2018

Dia 13/04 tem assembleia para avaliar a greve da Rede Estadual de ensino

Dia 13 de abril os trabalhadores em educação da Rede Estadual vão avaliar o movimento grevista da categoria. A assembleia acontece às 8h30, na E. E. Winston Churchill.

A categoria está em greve desde 22 de março, exigindo a correção de 6,81% do Piso Salarial 2018, melhores condições de trabalho, reformas nas escolas, pagamento de direitos funcionais e o fim dos atrasos de salários dos aposentados.

EM AUDIÊNCIA, GOVERNO SE MOSTROU IRREDUTÍVEL

O Governo Robinson não apresentou nenhuma proposta para pôr fim à greve dos trabalhadores em educação da Rede Estadual na audiência que aconteceu na última segunda-feira (02/04).

O Subsecretário de Educação, Marino Azevedo, e a Secretária Adjunta de Educação, Mônica Guimarães, representando a secretária Cláudia Santa Rosa, apenas disseram que o governo iria responder a pauta, que contém 54 itens, através de documento a ser enviado ao SINTE/RN. O Sindicato lamentou a falta de proposta para levar a categoria.

Além da falta de proposta, o governo judicializou a greve. Porém, foi derrotado. Isso porque o desembargador Glauber Rêgo negou a liminar impetrada pelo governo Robinson Faria, que pedia a ilegalidade da greve. O Desembargador agendou uma audiência de conciliação, entre o SINTE/RN e o Governo, para o dia 11 de abril, às 15h.

O SINTE/RN, através da sua assessoria jurídica, já está contestando junto a Justiça o pedido de ilegalidade da greve que foi feito pelo Governo. Na contestação, o SINTE aponta os motivos da greve da categoria, bem como explica que o Governo descumpriu a Lei do Piso Salarial ao não fazer a devida correção.

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário