27 março 2019

Em audiência, Secretário interino da educação de Natal se esquiva e não responde a pauta

O atual secretário interino da educação de Natal, Carlos Castim, se negou a responder a pauta apresentada pelo SINTE/RN durante audiência na tarde desta quarta-feira (27). O titular da pasta disse aos dirigentes do Sindicato que o secretário definitivo, que até o momento ainda não foi definido pelo Prefeito Alvaro Dias, é quem tem a responsabilidade de negociar e dar respostas as reivindicações dos educadores da capital. “Disse que sua prioridade é fazer com que as unidades de ensino funcionem”, conta a coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso.

As respostas vazias do Secretário frustraram a direção do SINTE, que esperava novidades nas negociações com o município de Natal, que até o momento seguem praticamente travadas devido as inúmeras fugas do Executivo e da SME (Secretaria Municipal de Educação) diante das cobranças do Sindicato. “Cabe a quem está no cargo responder as demandas dos educadores. Por isso, falamos ao Secretário que não aceitávamos a ausência de debate sobre a pauta e avisamos que a educação de Natal vai parar as atividades no dia 02 de abril”.

Fátima relata que mesmo assim pôs na mesa os problemas mais urgentes da Rede Municipal: “Apresentamos os pontos emergenciais, como o pagamento do retroativo do Piso Salarial de 2018, a realização de concurso público, o pagamento da Carga Suplementar, o pagamento dos 10% referente ao acordo firmado em 2013, a alteração na Lei Complementar para flexibilizar a jornada de trabalho, enfim. Foram muitas questões levadas ao Secretário. Que não respondeu”.

Na ocasião, os dirigentes do Sindicato ainda conseguiram escassas informações com funcionários da SME acerca de demandas da Rede. Segundo eles, a Secretaria ainda está cuidando do processo da Carga Suplementar e que espera que até o final de março possa ter a relação de todos os locados, onde com esta medida concretizada poderá efetuar o pagamento em abril. Parte da equipe da SME ainda tratou da possibilidade de se criar um cronograma para o pagamento de promoções de níveis e classes e a realização da avaliação de desempenho. Contudo, nada foi oficializado.

A direção do SINTE aproveitou o momento para solicitar que o Secretário interino faça a ponte para que o Sindicato consiga uma audiência com o Prefeito da capital. A expectativa é que o chefe do Executivo finalmente abra o caminho para o diálogo.

Enquanto as negociações não avançam, os educadores da Rede Municipal de Natal já se mobilizam. A categoria aprovou, em assembleia nesta quarta (27), a pauta do ano de 2019, bem como parar as atividades da Rede no dia 02 de abril. A parada acontecerá ao longo do dia e uma assembleia pública está marcada para começar a partir das 8h em frente a Prefeitura de Natal.
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário