16 abril 2019

Professores universitários oferecem ações de apoio ao governo do RN


Gestores de várias secretarias de estado e professores das Universidades públicas instaladas no Rio Grande do Norte participam nesta sexta-feira, 12, na Escola de Governo, do seminário “Rede Acadêmica do Voluntariado: Ação Propositiva em Apoio ao Governo do Estado”.

São 222 docentes das universidades estadual e federal (UERN e UFRN), do Instituto Federal de Educação Tecnológica (IFRN) e do Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy (IFESP).

Eles oferecem, de forma voluntária, serviços de pesquisa, consultoria, análises e avaliações. O professor do Centro de Biociências da UFRN, Deusimar Freire explica que o objetivo é “potencializar ações de apoio ao governo do estado do Rio Grande do Norte e a uma professora que, como parlamentar, tanto fez pela educação em todos os níveis”. Deusimar acrescenta que “encontrar alternativas para nossos graves problemas envolve também os educadores e pesquisadores”.

A governadora Fátima Bezerra agradeceu a iniciativa dos professores universitários e disse que o seminário realizado pela Rede Acadêmica de Voluntariado tem programação rica e dá oportunidade de refletir, discutir e buscar caminhos que respondam aos desafios que temos. Desafios que vão desde a área da saúde, políticas de educação, meio ambiente, desenvolvimento rural e urbano e suas tecnologias, questão do trabalho da cadeia produtiva, direitos humanos e cidadania e comunicação.

“Só tenho a agradecer a esses muitos homens e mulheres pelo espírito público e pelo desejo de contribuir para o novo momento que o Rio Grande do Norte inicia. Aqui neste recinto estão as instituições de ensino. Todos nós sabemos da importância da educação para as nossas vidas. Educação enquanto caminho estruturante para que possamos ter uma nação emancipada do ponto de vista político, econômico, social e cultural”, registrou Fátima.

A governadora destacou que “Nós temos compromisso em melhorar os indicadores da educação. Isso passa pela expansão da oferta, da tecnologia e pelo incentivo e salarial dos profissionais da educação. Junto com vocês vamos manter o compromisso de fazer um governo de perfil popular, guiado pela democracia, pelo diálogo com os diversos segmentos da sociedade, para que a gente possa implementar um modelo de desenvolvimento com emprego, segurança, educação de qualidade, saúde, e construir um Rio Grande do Norte com emprego, cidadania e dignidade para todos e para todas”.

A secretária adjunta de Educação do estado, Márcia Gurgel disse que temos forte expectativa de que a gente possa construir um excelente trabalho colaborativo. "Vamos construir vínculos e formas de atuação conjunta para revertermos a grave situação em que encontramos o Rio Grande do Norte. Estamos fazendo diagnósticos para levantar todos os dados para encontrarmos alternativas, estratégias, possibilidades de intervenção que nos façam avançar e garantir o previsto no Plano Nacional de Educação que é o direito à educação a todas as crianças, jovens e adultos, escola de qualidade, professores bem formados, e uma estrutura realmente eficiente”.

Márcia Gurgel ainda informou: “Hoje temos um número considerável de escolas em condições péssimas. Temos muito o que fazer, um desafio enorme para garantir educação de qualidade, digna, que respeite e valorize o profissional e que considere o direito à educação para toda a população, incluindo, inclusive, os que não estão na escola. Hoje temos apenas 54% de jovens na escola, precisamos trazer a juventude para a escola”.
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário