15 junho 2019

Em Caicó, I FENECITI reúne negócios, ciência, tecnologia e inovação


A vocação empreendedora do Seridó foi fundamental na escolha da região para sediar a 1ª edição da Feira Regional de Negócios, Ciência, Tecnologia e Inovação (FENECITI), uma iniciativa do Governo do RN, via Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), em parceria com a Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas (FCDL) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caicó. O Executivo Estadual participou do evento com a prestação de serviços e informações ao público por meio de dez secretarias e 30 órgãos, que foram encerrados neste sábado (15) com a participação da governadora Fátima Bezerra.

"Nós decidimos começar pelo Seridó, que se destaca em diferentes setores da economia desde o tradicional artesanato, às indústrias têxtil e de lacticínios, além da força do setor de serviços. Fiquei muito feliz com o que vi, a feira mostrou a união da comunidade acadêmica, com a iniciativa privada e o Governo do Estado, trabalhando juntos para o desenvolvimento com sustentabilidade no Rio Grande do Norte", enfatizou a governadora, destacando a importância da criação de espaços como este, de conexões, aproximando a academia e setor produtivo em prol do desenvolvimento do Estado.

O evento aconteceu na Ilha de Sant’Ana, nos dias 14 e 15, com mais de 100 estandes montados para receber os participantes. A FENECITI traz um conceito novo de negócios para o Rio Grande do Norte, aproximando a universidade, com a ciência e a tecnologia, do setor empresarial potiguar. O potencial da região do Seridó é conhecido tradicionalmente nas áreas têxtil, alimentícia, de mineração e de energia renovável.

Criar um ambiente favorável aos negócios é prioridade do Governo do RN. Neste âmbito, pode ser destacada a criação das câmaras setoriais, que integram a universidade ao setor produtivo. Até agora foram instaladas as câmaras da Indústria e a de Comércio e Serviços. "Acreditamos que para desenvolver a economia do Rio Grande Norte é imprescindível a participação do Estado, investindo em tecnologia e inovação", ressaltou o secretário de Estado de Desenvolvimento, Jaime Calado, durante a feira.

A primeira edição da FENECITI foi voltada para o fomento da inovação, com a realização de minicursos do Senai/Fiern na área de indústria 4.0 e a apresentação no Espaço Inovação de pesquisas acadêmicas feitas pela UERN, UFRN e IFRN nas áreas de novas tecnologias e gerenciamento.

A tradição também esteve representada na feira com a presença maciça de produtores locais e do trabalho realizado nas universidades e institutos federais que ajudam a manter vivas algumas das tradições da região. É o caso do trabalho dos alunos do IFRN de Currais Novos, que trouxeram uma amostra do que é produzido na Usina de Laticínios do Campus de Currais Novos, uma variedade de queijos, iogurtes e doces de leite.

Fátima lembrou da ação do Governo do Estado com o investimento de R$ 23 milhões nas queijeiras do Seridó por meio do programa Governo Cidadão, promovendo o fortalecimento e expansão da indústria de laticínios seridoense.

Já no estande do IFRN de Caicó, o curso de design de moda expôs o projeto de extensão que fabrica uma linha de roupas exclusivas para pessoas com deficiência física e mobilidade reduzida. As peças auxiliam quem utiliza cadeira de rodas para se locomover.

Durante os dois dias de evento foram feitas apresentações sobre a Nota Potiguar (Secretaria de Tributação) e programas de incentivo aos negócios (Sedec), além da oferta de serviços de regularização fundiária (Cehab), entrega de concessões de microcrédito (AGN) e negociação de débitos junto a Caern e informações sobre segurança de produtos (IPEM-RN).

Outras duas edições da FENECITI estão previstas para acontecer em diferentes regiões do estado. Paralela à feira, a programação cultural contou com shows e apresentações de bandas locais.

A FENECITI contou com apoio do Sebrae, IFRN, UFRN, UnP e ITEP e patrocínio do Governo Federal, Banco do Nordeste, Prefeitura de Caicó, Fiern, Fecomércio RN, Potigás, IPEM, Caern, Jucern, Cimento Mizu, Coca-Cola e Café Santa Clara.
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário