17 agosto 2019

Governadora acompanha ministro Mandetta em visita ao Lais e ao Varela Santiago


A vinda do ministro Luiz Henrique Mandetta a Natal rendeu na tarde desta sexta-feira (16) uma visita ao Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais), instalado no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL/UFRN), e outra ao Hospital Infantil Varela Santiago. Para a governadora Fátima Bezerra, que o acompanhou, junto com o secretário de Estado da Saúde Cipriano Maia, a atitude do ministro de ver pessoalmente o Lais funcionando simboliza o compromisso do seu ministério com as políticas públicas de saúde.

“E assim deve ser, para continuar apoiando as ações deste laboratório pelo que ele significa para nós, pois é uma verdadeira revolução diante do desafio que o mundo contemporâneo coloca cada vez mais no contexto da saúde”, declarou. Sobre o Hospital Varela Santiago, ela reiterou o agradecimento feito pelo diretor, médico Paulo Xavier, pela visita e reafirmou compromisso firmado com a direção de renovar o convênio com o hospital que é a maior referência em complexidade em atenção à criança.

No Lais, cuja maior característica é interdisciplinaridade entre a Medicina e as engenharias, a comitiva foi guiada pelo coordenador Ricardo Valentim, doutor em Engenharia Mecânica. Foram apresentadas as bases de pesquisa em Saúde, Ciência e Tecnologia, cujo foco é o tratamento de ponta para sífilis congênita e prematura, seguida do laboratório de Avaliação Audiológica, que desenvolveu um software de uso obrigatório (através de portaria presidencial, desde 2017) por crianças da rede pública de ensino com problemas auditivos.

A governadora e o ministro também foram apresentados à turma de alunos de nível médio e superior que fazem o curso Formação em Desenvolvimento Full Stack em Sistema de Saúde, que formas jovens aptos a trabalhar com tecnologias avançadas de programação, voltadas para aumentar a eficácia dos tratamentos médico-hospitalares. Por último, visitaram os laboratórios de bioengenharia, que desenvolve próteses e equipamentos como uma caneta de plasma para saúde bucal, que promove a remoção de tártaro e realiza tratamento de cárie sem uso da temida broca odontológica, e a base de tecnologia assistiva.

O ministro Mandetta reconheceu a importância do Lais no cenário nacional e mundial, uma vez que o laboratório possui projetos que são aplicados em 30 países, e confirma compromisso em continuar apoiando as inciativas do mesmo. “A UFRN é uma grande universidade. Tenho certeza de que daqui saem grandes cabeças. O Rio Grande do Norte sempre foi um lugar de vanguarda, sempre deu um passo à frente, sempre questionou muito. A Ciência aqui encontra um bom ambiente”, declarou ao final da visita.

Na sua opinião, a pesquisa que gerava apenas o papel do diploma está perdendo espaço para a pesquisa aplicada. “Que coloca a universidade no cotidiano das pessoas, criando soluções que geram recursos, que geram patentes, que geram produtos que vão impactar o dia a dia pessoas”, concluiu. Com relação ao estreitamento das relações com o Rio Grande do Norte, através da visita, ele atestou que se trata de uma “luta intensa”. Elogiou o secretário Cipriano Maia com uma pessoa com bastante experiência e conhecedora do Sistema Único de Saúde.

Com relação à visita ao hospital infantil, instituição filantrópica mantida pelo Instituto de Proteção à Infância do RN, fundada em 1917 pelo médico Varela Santiago, foi guiada pelo gerente administrativo-financeiro Francisco Régis, mais o diretor Paulo Xavier e o presidente da entidade mantenedora, Manoel de Brito. O ministro declarou que sempre quis conhecer o hospital, referência no tratamento de câncer infantil e cirurgias de alta complexidade. “Trata-se de uma obra que opera 100% SUS. Todos, do corpo médico às mães e senhoras que atuam voluntariamente, estão de parabéns”.
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário