- GRUPO DIALOGA - AÇÃO DOS CEARAMIRINENSES. A VERDADE NUA E CRUA, DOA A QUEM DOER!

Sâmya Rafaela - Criadora do Dialoga
O ano era 2012... Percebendo o surgimento de discussões políticas no grupo “CEARÁ-MIRIM DO MEU CORAÇÃO”, em um momento de inspiração, a cantora Sâmya Rafaela resolveu criar um outro grupo de discussões no Facebook para estimular debates sobre a sucessão municipal que ocorreria naquele ano. Assim, no mês de abril, foi criado o grupo “ELEIÇÕES 2012 CEARÁ-MIRIM”.

Rapidamente o grupo cresceu e, na sua grande maioria, posicionou-se contra os desmandos da gestão que concorria a reeleição. Os debates aconteceram, as denúncias surgiram e os ânimos se acirraram. Chegou o dia da eleição e, infelizmente, o povo perdeu! Com a oposição dividida, a turma do DESgoverno conseguiu se reeleger e levar para a Câmara boa parte dos seus “parceiros”. As discussões pós-eleições continuaram... Surgiu então a ideia de manter o grupo ativo para se tornar um fiscalizador das ações do governo eleito. Em 16 de novembro de 2012, após uma enquete para definir um nome para o grupo, nasce então o “DIALOGA – Ação dos Cearamirinenses”!

De lá pra cá o DIALOGA tomou uma inesperada dimensão. Tornou-se o único canal nas redes sociais a se posicionar contra a gestão atual e seus apoiadores. Ferrenho crítico dos desmandos da atual gestão e da subserviência da Câmara Municipal, o DIALOGA fiscaliza e denuncia toda e qualquer irregularidade administrativa encontrada por seus mais de 6.000 membros, representando, hoje, a pedra no sapato dos vereadores, dos secretários, do prefeito e de todos os que tentam, inutilmente, defender o indefensável.

A forma consciente, sarcástica, bem humorada, ácida e corajosa de criticar e denunciar o desmantelo dos gestores municipais, deu ao DIALOGA um status de opositor incondicional do governo que se instalou no município e que fez com que o município parasse no tempo. O incômodo é tanto, que fez até com que a Câmara Municipal processasse alguns dos seus membros, que ficaram conhecidos, no primeiro momento como “Os Processados do Vale”. O fato, bastante conhecido e criticado pela população cearamirinense, serviu apenas para fortalecer ainda mais o DIALOGA e deixar a Câmara desmoralizada, pois o processo nem sequer prosperou, dada a sua enorme fragilidade jurídica.

No DIALOGA é assim: Sâmya Rafaela, Jônatas Lima, Leidilson Lira, Ari Duarte, Eduardo Varela, George Maia, Valdir Machado, Ronaldo Maia, Silvana, Elitânia, Wisley, Alex, Carlos Augusto, Fernando Viana, Canindé Santos, Genardo Cabral, Nayara Lopes, Joões, Josés, Marias, Franciscos, Antônios... e, é claro, este que vos escreve, estão e estarão sempre atentos aos movimentos rasteiros dos que foram eleitos para cuidar e zelar, mas que resolveram jogar com a vida do nosso sofrido povo cearamirinense.

Ainda não conhece? Não sabe o que está perdendo. Clique na imagem e venha fazer parte do DIALOGA! O grupo mais antenado com a política de Ceará-mirim.


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário